Hipnose

Afinal, o que é a hipnose? Você certamente já ouviu falar sobre o tema e provavelmente já assistiu a shows que utilizam a hipnose como ferramenta de entretenimento não é mesmo?  Como será que deve ser “dormir” durante esse processo?
Na realidade, a hipnose é um processo totalmente consciente em que se utiliza do relaxamento como medida para mudar as frequências das ondas cerebrais buscando o momento perfeito de sintonia entre o seu consciente e o seu inconsciente dentro de um espaço em que as portas se abrem e podem receber e enviar novas informações para o seu próprio subconsciente, esse estado modificado de consciência é conhecido como transe.
Você já reparou que entra em transe sozinho diversas vezes no seu dia a dia? Por exemplo: quando estamos dirigindo e os movimentos são automatizados estamos também em um estado de transe hipnótico. Quando estamos viajando na leitura daquele livro ou assistindo um filme também, porém menos aprofundado do que aquele que um profissional poderá fazê-lo alcançar.
Durante o transe existe mais suscetibilidade às sugestões do hipnólogo e é possível entrar em contato com memórias e recursos internos pré-existentes, porém inacessíveis anteriormente por estarem no subconsciente. Dessa forma podem-se realizar rápidos processos evolutivos, promovendo equilíbrio emocional de forma segura e eficiente.
E todas as pessoas são hipnotizáveis? Sim, com exceção de algum déficit cognitivo, toda e qualquer pessoa pode ser hipnotizada, desde que a pessoa esteja disposta a embarcar no processo e disponível ao procedimento em si. Quanto mais disponível, maior o nível de relaxamento alcançado e consequentemente maiores os resultados possíveis a partir da hipnose.
Dessa forma, a hipnose é uma técnica qualificada, que pode ser uma excelente aliada nos processos evolutivos da terapia psicológica proporcionando inúmeros benefícios ao paciente.
Saiba mais sobre o tema nos próximos textos.

About the Author :

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH