Ansiedade

Tecerei alguns comentários sobre a ANSIEDADE e a DEPRESSÃO que parecem ser coisas banais, porém podem se tornar doenças mentais perigosas, que podem até levar pessoas ao suicídio, quando não encaradas como doenças, que devem passar pelas mãos de psicólogos ou psiquiatras entendidos no assunto, que ainda poderão receitar   remédios, conforme o caso.

Ansiedade é normal de se ter. É um sinal de alerta. Originalmente, mantinha o indivíduo aceso, de olhos bem abertos, para evitar perigos iminentes.

Hoje em dia, com a vida agitada que se leva, principalmente nas grandes cidades, onde o simples atravessar de uma rua, se torna um ato perigoso e por vezes, complexo, ter crises de ansiedade é normal. Os hipocondríacos de costume podem ficar sossegados, ficar ansioso, antes de uma prova importante; quando se ouve algo similar a um tiro; quando aquele cara bonitão, finalmente resolve falar conosco, etc., etc., etc.. Pode se considerar algo dentro da normalidade. 

Então, quando a ansiedade deixa de ser normal e é chegada a hora de procurar a ajuda de um profissional e talvez remédios? É quando aparecem sintomas físicos ao lado de sintomas psíquicos, aparecem do nada, deixam o indivíduo achando que sua morte é iminente, e se não for tratada, pode evoluir à Síndrome do Pânico e/ou à depressão.

Então, no lugar de uma simples crise de ansiedade, temos instalada a T.A.G. (Transtorno de ansiedade generalizada).

Como já foi dito, o indivíduo, sente palpitações intensas, que o levam a pensar que esteja mesmo tendo um ataque cardíaco; para reforçar esse quadro, pode ser acompanhado de abundante sudorese; os lábios e mãos podem ficar dormentes; o intestino soltar-se numa diarréia e, conforme o caso a pessoa achar mesmo que vai morrer. 

As pessoas costumam ter preocupações exageradas com tudo, sendo geralmente infrutíferas as chances de se livrar delas; a ansiedade atrapalha o seu trabalho, quando atrapalha seu nível de concentração e muitas vezes, elas passam longos períodos “fora do ar”, ou  seja com a mente completamente em branco, não sabendo dizer no que estavam pensando. Ficam muito irritáveis, também. Mas, se pensam muito em suicídio, devem procurar imediatamente um psiquiatra ou psicoterapeuta, o mais urgente possível.

Crianças e adolescentes também podem sofrer de ansiedade. Desconfie se a criança for muito perfeccionista, refazendo alguma tarefa por achar que a anterior não foi bem feita, sendo esse, fato “incomum”, no universo infantil.

As crises que acometem as pessoas podem durar minutos, horas ou dias. Não obedecem uma regra fixa, suas causas também são variadas e meio imprecisa, difícil de ter uma causa exata, como em outras doenças mentais. Acredita-se que as imposições da vida moderna; a falta de tempo, para si mesmo; o ter de viver “bem e feliz” todo o tempo; não ter a oportunidade de separar um tempo para assimilar algo bom ou ruim que acontece e não é maturado e portanto bem assimilado por nós. Uma pessoa tímida, sem muito jeito para enfrentar  os problemas diários, pode ser uma pessoa apta a ser uma presa fácil, de transtorno de ansiedade. 

O Brasil, que parece sofrer de uma carência crônica de títulos, pode-se dar por feliz, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), nosso país é o líder em casos de Ansiedade, e o 5º lugar em casos de Depressão, o que não podemos considerar desprezível. Calcula-se     que cerca de 18 milhões, sofram de algum transtorno de ansiedade.

About the Author :

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH