VOCÊ SABIA QUE TÉCNICAS COMO A HIPNOSE E A PNL PODEM ACABAR COM VÍCIOS?

Os vícios são definidos pela OMS (organização mundial de saúde) como uma doença física e psicoemocional, onde se identifica um hábito adquirido de fazer/consumir algo repetidamente, levando a dependência. A psicologia entende que as causas para qualquer vício tem determinação biopsicossocial, ou seja, biológica, psicológica e social.
TIPOS DE VÍCIOS MAIS COMUNS:
-Dependência de sexo ou impulso sexual excessivo;
-Dependência tecnológica;
-Workaholics;
-Ludopatia (jogos de azar);
-Dependência alimentar ou compulsão alimentar;
-Tabagismo
-Dependência química (álcool, drogas e medicamentos)
-Dependência emocional
Toda interação com vícios está relacionada com prazer e recompensa. Toda ação de vício representa algo positivo para o usuário mesmo que de alguma forma não seja um hábito saudável. Grande parte das pessoas que possuem vícios tendem a buscá-los como um mecanismo de fuga da própria realidade, evitando entrar em contato com sentimentos difíceis, dolorosos ou desagradáveis. Existem diversos motivadores de aquisição de vícios como: necessidade de suprir vazio emocional, baixa autoestima, insegurança, busca de status e/ou aceitação, dificuldade de lidar com desafios e frustrações, auto sabotagem, etc.
Sempre que adquirimos um novo hábito, nosso cérebro cria novos caminhos neurológicos que reproduzem esse mesmo comportamento diante de determinados estímulos. Esse movimento acontece tanto quando criamos hábitos saudáveis, quanto quando criamos hábitos destrutivos, desenvolvendo neurologicamente um disparo inconscientemente para repetição dos novos padrões.
Existem diversos passos importantes que devem ser tomados para quebrar o ciclo vicioso e encontrar uma vida e um comportamento mais saudável, ecológico e congruente.
O primeiro e grande passo está ligado ao gerenciamento das emoções. A partir do momento em que você aprende a lidar melhor com as suas emoções, entender e entrar em contato com os sentimentos de forma positiva experimento-os, vivenciando-os e aprendendo a lidar com os desafios através deles mesmos, você deixa de agir como um “avestruz” que enfia a cabeça dentro de um buraco achando que essa é a melhor resolução para os problemas, embora quando tira a cabeça percebe que todos continuam ali no mesmo lugar te esperando. Encarar os desafios transforma a sua vida trazendo maturidade emocional e refletindo em diversos aspectos positivamente, buscando novas maneiras de se relacionar, ampliando seu repertório social, adquirindo novas habilidades para lidar com os desafios através dos próprios recursos.
O segundo passo é encontrar através de auxílio profissional, técnicas auxiliares a terapias, que sejam eficientes e promissoras para tratar vícios, como a hipnose e a PNL.
A PNL, por exemplo, irá utilizar um método onde o paciente será guiado a uma reflexão sobre o papel daquele vício específico na sua vida, ao mesmo tempo em que cria de forma eficiente recursos para a desconstrução do vício e concomitante implementação de novos hábitos mais saudáveis.
Entendendo o que o esse comportamento específico está fazendo por você. Por exemplo, uma pessoa com vício de tabagismo pode entender que o cigarro para ela representa um alívio nos momentos de stress ou companhia nos momentos de solidão e até mesmo uma pausa obrigatória durante o trabalho; Uma pessoa que tem o vício do álcool pode encontrar nele a solução para se socializar de forma mais prática, perdendo a timidez e aumentando seu contato social. Ao entender o que é mais importante do que o comportamento especificamente, você pode encontrar outras formas de encontrar o mesmo ponto de outras formas, que seja mais interessante para os seus hábitos e a sua vida como um todo.

About the Author :

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH