Traumas de Infância: é possível superá-los?

Traumas de Infância: é possível superá-los?
Há muitas décadas, o impacto dos traumas de infância na saúde mental das
pessoas vêm sendo estudado de inúmeras formas. Como resultado dessas
pesquisas, foi comprovado que muitas das patologias de um adulto têm
conexão com algum evento traumático ocorrido na infância.
Além de ser uma triste realidade, o fato de os traumas de infância estarem tão
“enraizados” na mente dos indivíduos acaba dificultando os tratamentos e, de
certo modo, justificando alguns comportamentos adotados na vida adulta, como
o abuso de álcool e drogas, tendências suicidas, depressão e outras situações
igualmente preocupantes.
É possível superar os traumas de infância?
Como foi dito, alguns traumas de infância são tão marcantes que o tratamento
acaba se tornando extremamente difícil. No entanto, a superação não se dá
com o esquecimento do fato, mas com a forma que o indivíduo passa a encarar
a situação vivida. Assim, com o apoio de um profissional especializado é
possível encontrar o equilíbrio necessário lidar com o sofrimento de uma forma
mais harmônica.
Além disso, cabe ressaltar que muitas das terapias que tem o intuito de ajudar
o paciente a superar traumas de infância não exigem que o paciente exponha
ou “reviva” todas as dores do seu trauma, já que o papel do profissional, em
muitos casos, será auxiliar a pessoa a encontrar o próprios recursos para lidar
com questões do passado.
Por fim, cabe lembrar que diversas situações podem ser traumáticas para uma
criança. Obviamente, os casos de violência doméstica e abusos físicos e
sexuais são os mais costumeiros. Mesmo assim, é bom atentar para o
comportamento das crianças diante de situações como o bullying na escola, o
divórcio dos pais, acidentes, etc. Com isso, é possível agir de forma proativa e
evitar que a situação fique mais complicada.
Portanto, com o apoio de um profissional qualificado é possível que um
indivíduo consiga superar seus traumas de infância e adotar uma postura
diferente, diante das suas memórias dolorosas. Afinal, tanto a terapia quanto a
hipnose podem contribuir positivamente para a resolução desse tipo de conflito.
Sendo assim, não deixe de procurar por ajuda quando os “fantasmas do
passado” surgirem.

About the Author :

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH